Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
NA COMPENSA

Mecânico é preso suspeito de estuprar e engravidar enteada de 15 anos em Manaus

Crime foi descoberto após vítima dar à luz no vaso sanitário da própria casa. Segundo a polícia, a adolescente não contou sobre o estupro porque padrasto era "violento"



estupro_C5DF961C-DF91-4814-B070-B4760674FDBF.jpg Foto: Jander Robson/Freelancer
27/11/2018 às 11:19

Um mecânico de 48 anos foi preso em Manaus suspeito de estuprar a enteada de 15 anos e engravidá-la. A família soube do crime após a jovem ter dado a luz à criança no vaso sanitário do banheiro da própria casa, localizado no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. O homem negou o estupro.

O mecânico foi preso por volta das 14h dessa segunda-feira (26) em um bar na Compensa, situado em frente a casa onde ele e a vítima moravam.

De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu em janeiro deste ano quando a adolescente tinha apenas 14 anos. A delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Joyce Coelho, informou que a vítima disse em depoimento que o estupro ocorreu na residência uma única vez.

No dia 28 de outubro deste ano, nove meses depois, a jovem sentiu dores abdominais e foi levada para um Serviço de Pronto Atendimento (SPA) e, por não saber que estava grávida, retornou para casa. Lá, segundo a Polícia Civil, a jovem deu a luz no vaso sanitário no momento que teria ido urinar. Ela foi levada, em seguida, para a Maternidade Moura Tapajóz, na Compensa, finalizar o procedimento.

Conforme a Polícia Civil, os familiares da adolescente não suspeitavam que ela estivesse grávida pelo fato dela apresentar disfunções hormonais, além de ter um pequeno inchaço na região do abdômen. Somente na hora do parto a jovem revelou sobre o estupro e o mecânico foi denunciado.

Coelho destacou ainda que a vítima relatou que o padrasto era violento e por isso não contou sobre o caso. Em depoimento, o mecânico negou o crime, mas disse que vai ceder o material para realização do exame de DNA. “A gravidez é fruto de um crime hediondo, um crime violento”, afirmou a delegada.

Após procedimentos cabíveis na delegacia, o mecânico será encaminhado para o Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça.

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.