Publicidade
Manaus
POLÍCIA

PF apreendeu meia tonelada de drogas no aeroporto de Manaus em 2018

Só nos primeiros 15 dias de 2019 já foram apreendidos 15 quilos de entorpecentes. Aeroporto de Manaus é o segundo do País com maior número de apreensões 18/01/2019 às 11:46 - Atualizado em 18/01/2019 às 13:36
Show pc 837b3b57 6a5f 469e 892b 468f52d49c27
Foto: Arquivo/AC
Joana Queiroz Manaus (AM)

Meia tonelada de droga foi apreendida no ano passado pela Polícia Federal no Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus. De acordo com o delegado titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), Caio Avanço, nos primeiros 15 dias deste ano já foram apreendidos 15 quilos, uma média de um quilo por dia.

Conforme Caio Avanço, o Eduardo Gomes é o segundo aeroporto do País, depois do aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, em apreensão de drogas. “As drogas que entram no Eduardo Gomes, a maioria vai para outros Estados, mas há certa quantidade que vai para a Europa”, disse o delegado.

Caio Avanço diz que o aeroporto é considerado estratégico pelo tráfico por ser o primeiro ponto de distribuição da droga que entra pela fronteira (para o País e para o exterior). Essa distribuição se dá em pequenas e grandes quantidades, porém com maior frequência.

Dependendo do modus operandis, as drogas saem de Manaus acoplada aos corpos de pessoas que são contratadas para fazer o transporte e a entrega, conhecidas como “mulas”, mas as maiores quantidades saem em malas, fundos falsos e geralmente vão para o exterior.

Além dos 500 quilos de droga, o delegado informou ainda que no ano passado foram presas 75 pessoas, dessas 12 estrangeiras que tentavam embarcar levando droga, algumas com o entorpecente colado ao corpo e outras com o material escondido em suas bagagens, entre roupas, como recheio de travesseiros ou ainda escondida na estrutura das malas.

Conforme o delegado, a maioria da droga que fica no Brasil é maconha do tipo skunk, já a que vai para os países da Europa é a cocaína. Também foram apreendidos US$ 100 mil em espécie (transporte de valores acima de R$ 10 mil deve ser declarado à Receita Federal). O dinheiro veio de Guarulhos e deveria ser empregado no tráfico. “Estamos investigando para saber qual era o destinatário, mas acaba sendo a questão do tráfico” disse.

O delegado informou que a alta demanda levou a Polícia Federal a montar uma operação permanente e aumentar o efetivo para reprimir as ações criminosas no aeroporto. O objetivo é evitar a saída de droga pelo aeroporto.

Drogas via ‘correio’

Ontem, o Serviço de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal (SEREP) apreendeu cocaína, maconha, ecstasy, MDMA, skunk, anabolizantes, entre outros entorpecentes em 34 encomendas, durante ação de combate ao tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins no CTCE dos Correios em Manaus. Estima-se que o valor da apreensão ultrapasse os R$ 150 mil. As drogas tinham como origem os mais diversos pontos do País e tinha como destino, tanto Manaus como o exterior.

Apreensão de 827 kg

A PF no Amazonas começou este ano descapitalizando o narcotráfico com a apreensão de 827 quilos de maconha do tipo skank, avaliados em R$ 4,1 milhões. A droga estava escondida no tanque de combustível de um barco empurrador. Dois tripulantes foram presos.

Publicidade
Publicidade