Publicidade
Manaus
INVESTIGAÇÃO

Morte de vendedor e idosa foi crime passional, afirma titular da SSP-AM

Sobre a idosa, o secretário Amadeu Soares informou que “ela morreu por estar no local e hora errada” 06/12/2018 às 20:46 - Atualizado em 07/12/2018 às 09:23
Show v timas d6113dc6 a363 4c81 bd38 b02b0eaeff96
Vítimas foram encontradas mortas nos banheiros de casa na Redenção. Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

O secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Amadeu Soares, confirmou na tarde desta quinta-feira (6) que o suspeito das mortes de Alexsandro Mateus Araújo de Lima, 31, e da sua mãe de criação Arlete Almeida de Araújo, 70, tinha uma relação muito íntima com o vendedor.  As vítimas foram encontradas nuas e com as cabeças esmagadas nos banheiros da casa onde moravam no conjunto Hiléia, no bairro Redenção, na Zona Centro-Oeste de Manaus.  

“É passional. O suspeito que matou tinha relação com a vítima e matou por dinheiro, algo assim. Deu sumiço em algumas coisas, como relógio, notebook, com certeza ele era íntimo desse rapaz”, explicou o secretário da SSP-AM.

Ainda segundo Soares, a auxiliar de patologia Arlete Araújo só foi morta porque estava dentro do imóvel. “Ela morreu por estar no local e hora errada”, contou. O caso é investigado pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) e Homicídios e Sequestros (DEHS), que estão pertos de chegar a elucidação do crime, de acordo com secretário.

Publicidade
Publicidade