Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
DECLARAÇÃO

Na fesPIM, Alfredo Menezes elogia Bolsonaro e Arthur cobra asfalto na ZFM

Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (fesPIM) iniciou na manhã de quarta-feira (27) e reúne as maiores empresas que atuam na região



WhatsApp_Image_2019-11-27_at_11.11.51__2__D28D61B8-5600-437E-886B-4B1BE72CAA0D.jpeg Foto: Sandro Pereira
27/11/2019 às 11:53

Durante a abertura da Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (FesPIM), que ocorre em um centro de convenções na Zona Sul da capital, nesta quarta-feira (27), o coronel da reserva Alfredo Menezes agradeceu a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Menezes está à frente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) desde o fevereiro deste ano, e é um dos principais articuladores do evento que reúne grandes representantes de empresas que atuam na região.

“Cabe destacar as conquistas do PIM neste ano que servirão para alicerce da nossa economia: como a retomada do faturamento do PIM com o crescimento 7,53% em relação ao ano anterior - com dados até agosto - melhor resultados no últimos seis anos”, disse Menezes durante pronunciamento.

O superintendente da Suframa ressaltou a estabilidade do modelo atual da Zona Franca de Manaus e elogiou o destravamento de burocracias que segundo Menezes, bloqueavam resultados econômicos melhores. “A manutenção de 90 mil empregos diretos e em setembro a produção industrial crescendo 17%, o Polo Industrial de Manaus (PIM) chegou a 80% do uso da sua capacidade instalada. O destravamento dos Processos Produtivos Básicos (PPB) foi a maior conquista, com a aprovação da portaria 32, com a garantia de novos produtos. Ocorreu também e está em curso a revitalização e o asfaltamento das ruas do PIM”.

Asfalto, lucro e muito mais

A próxima reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS) está marcada para o próximo dia 5 de dezembro, conforme agenda oficial. “Com a segunda reunião, a Zona Franca soma com a aprovação dos projetos o total de 9 mil 500 novos postos de trabalhos, 40 mil empregos indiretos e soma mais de 1,1 milhão de dólares”, destacou Menezes, que complementa:  “temos a expectativa do faturamento recorde de vendas neste mês de dezembro por conta do black friday e do Natal.



Durante o discurso, o superintendente também citou o asfaltamento da BR-319 que deve iniciar no próximo ano, de acordo com estimativas do órgão. “Isso [o asfalto] vai permitir a ligação e o direito de ir e vir em via terrestre dos nossos cidadãos. Esses resultados são do empenho, profissionalismo e união de esforço dos nossos servidores e poderes em busca de um futuro melhor para o Amazonas. O modelo ZFM, criado pelos militares na década de 70, representa a fonte de desenvolvimento econômico local e significa que o desenvolvimento e o meio ambiente podem andar lado a lado com a floresta. É o único modelo constitucional e alternativo de preservação e respeito da Amazônia”, disse.

Presidente do Instituto Piatam, Alexandre Rivas, destacou os trabalhos desenvolvidos pelo Instituto e foi demonstrado, que a partir de estudos com rigor técnico e científico, que o PIM contribui para floresta amazônica.

“A Suframa vêm promovendo quase que uma revolução. Unimos isto visando aumentar a potência desse modelo. A feira tem como objetivo mostrar o que é produzido no Polo e o papel que cada empresa tem na contribuição e de preservação da floresta. Apesar da característica de bem público, a feira não usou recurso público. Tudo foi patrocinado pelas empresas do PIM isso mostra a importância do PIM e os desafios que temos pela frente. Esperamos estar contribuindo para uma abordagem econômica que ganha cada vez mais espaço. Que a feira nós faça refletir sobre a nossa força e importância e proporcione mais resultados para a economia e para o modelo. Estamos em um momento de transformação em que as empresas têm um papel fundamental”, afirmou.

Arthur Neto cobra Bolsonaro

O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) destacou ser a segunda vez que ele vê um presidente retornar para Manaus em tão pouco tempo, no intervalo de meses. “Eu não acredito em economia se não tiver relacionada à sustentabilidade com a floresta em pé. “Vossa excelência tem sido correto quando diz que vai manter os benefícios da Zona Franca de Manaus (ZFM), mas não basta. É preciso o investimento na infraestrutura dela inteira. Telefonia e internet é péssima. Não temos portos e precisamos de investimento sério em capital intelectual nos centros de pesquisas”, disse o prefeito ao presidente Jair Bolsonaro.

Artur falou sobre o loteamento de cargos na Suframa que, tradicionalmente, acontece por indicações políticas. Por exemplo, o superintende escolhido era indicado por deputados federais

“Manaus tem a melhor previdência pública desse país. Manaus se dá o respeito. Há Polos que vão desaparecer na ZFM a exemplo do de televisores. É preciso que façamos um investimento muito grande na mão de obra. A vinda do Menezes com o seu apoio acabou com as capitanias hereditárias na Suframa. Aqui, isso acabou e precisa deixar em um passado distante. Indicação política não. Opinião de deputado, senador e político não deve valer na indicação de cargos para Suframa”, concluiu.

News larissa 123 1d992ea1 3253 4ef8 b843 c32f62573432
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.