Publicidade
Manaus
SAÚDE PÚBLICA

Número de casos confirmados de sarampo sobe para 1.324 em Manaus

Entre os 1.324 casos confirmados, a faixa etária mais atingida é a de menores de um ano 22/10/2018 às 17:48 - Atualizado em 22/10/2018 às 17:52
Show sarampo 78b9b773 a8a4 4f01 a6ce 95be5af4e7aa
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

O número de casos confirmados de sarampo em Manaus subiu de 1.115 para 1.324 em seis dias, conforme os dados apresentados no 33º Informe Epidemiológico de Monitoramento de Casos de Sarampo, divulgado nesta segunda-feira (22). As notificações registradas da doença aumentaram de 8.169 para 8.217, o que inclui 6.404 casos em investigação (aguardando resultado laboratorial), 1.324 casos confirmados e 489 descartados – desde fevereiro, quando o surto iniciou. 

Os casos em investigação apresentaram uma queda de 168, em relação ao Informe divulgado na semana anterior.   “No final de setembro foram repassados 60 novos kits e cada um pode processar até 90 amostras de exames, com isso o trabalho de confirmação e descarte está ocorrendo de forma mais rápida. Mas, os casos confirmados já estavam em investigação, aguardando resultado laboratorial. O importante é que a notificação de casos suspeitos, que representa o indicador principal para avaliar o cenário atualizado do surto, vem mostrando uma redução sustentável a cada semana”, informa o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Faixa etária

Entre todas as 8.217 notificações de sarampo, 26,7% estão na faixa etária de 20 a 29 anos, seguida da faixa etária de 15 a 19 anos (23,2%), de 30 a 49 anos (15,5%) e menores de um ano (14,6%).

Entre os 1.324 casos confirmados, a faixa etária mais atingida é a de menores de um ano (24,8%), seguida das faixas de 20 a 29 anos (21,2%), de um a cinco anos (17,4%), e de 15 a 19 anos com 13,7% do total de confirmações.

“A vacina contra o sarampo continua disponível nas Unidades de Saúde para a população de seis meses a 49 anos. Todas as pessoas que ainda não se imunizaram devem tomar a vacina ou a doença vai continuar circulando em Manaus. Um alerta maior tem que ser feito aos pais e responsáveis, que devem ficar atentos para a vacinação dos filhos que estão completando seis meses de vida e que precisam receber a vacina”, reforça Magaldi.

Distrito Norte

Por território, o Distrito de Saúde (Disa) Norte apresenta o maior número de notificações com 35,6% do total. O Disa Leste vem em seguida com 32%, Disa Sul com 17,7%, Disa Oeste com 13,5% e Disa Rural com 1,1%.

A lista com as 183 salas de vacina do município de Manaus está disponível no site da Semsa (http://semsa.manaus.am.gov.br).

Publicidade
Publicidade