Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020
GUERRA DO TRÁFICO

‘Os Crias’: surge uma nova facção criminosa no Amazonas

Nova organização criminosa ameaça a segurança, principalmente, do município de Tabatinga e da Tríplice Fronteira, entre Colômbia, Brasil e Peru



71f04d19-4834-4a2a-9a72-b9b5582ced82_02275670-58E1-4E14-B550-2C8ABD767E50.jpg
24/07/2020 às 09:46

Uma nova facção criminosa denominada de “Os Crias” ameaça a segurança principalmente da população do município de Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus) e também da tríplice fronteira formada pelos países Colômbia, Brasil e Peru. A ação dos criminosos tem colocado a polícia em estado de alerta e preocupada com a integridade dos seus policiais.

De acordo com informações da polícia, 'Os Crias' praticam o tráfico de droga (produção e distribuição), agiotagem, suborno de agentes públicos, homicídios e tráfico de armas.



A facção criminosa, de acordo com policiais civis, federais e militares que trabalham no município, começou no ano passado e é formada por criminosos remanescentes da facção criminosa Família do Norte (FDN), integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), do grupo criminoso colombiano Alcateia e criminosos peruanos.

Novas alianças

Para maior preocupação das autoridades de segurança, ‘Os Crias’ estão fazendo alianças com outros grupos criminosos produtores de droga do Peru e Colômbia, com grupos dissidentes de guerrilhas e com a mais sangrenta facção criminosa do Brasil que é o Primeiro Comando da Capital (PCC).

O objetivo das alianças é ter facilidade para conseguir armas e munições e ter o controle e o domínio do tráfico de drogas na região e impedir que a facção rival Comando Vermelho (CV) tenha acesso aos fornecedores de droga e domine o comércio de entorpecente na tríplice fronteira. Quem quiser comprar droga tem que passar pela ‘Os Crias’, é o que dizem os criminosos.

Para as autoridades policiais que trabalham em Tabatinga, além destas, ‘Os Crias’ estão sendo apoiados pelo grupo criminoso Ejército Del Pueblo, que seria formado por dissidentes das Forças Revolucionárias da Colômbia (Farc), que lhes fornecem armas e munições.

Nos últimos meses, as forças de segurança Polícias Federal, Civil, Militar e a polícia da Colômbia realizaram uma operação e conseguiram prender aproximadamente 30 integrantes dos Crias. Também foram apreendidas armas e droga. A ação enfraqueceu a facção que já está se levantando novamente.

O secretário de Segurança Pública Louismar Bonates disse ontem (23) que a ação de grupos criminosos está sendo acompanhada pela polícia e prometeu realizar ações de repressão.

Para policiais da fronteira, não dá para subestimar o perigo que ‘Os Crias’ representa para a segurança, principalmente quando se trata de uma área de fronteira.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.