Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
TRAGÉDIA

Pai mata e enterra filho de 7 anos em quintal de casa no Jorge Teixeira

Corpo estava enterrado há quatro dias. Homem revelou o crime nesta segunda-feira (17)



WhatsApp_Image_2019-06-17_at_16.00.58_2DBE70C4-70CE-4DE8-8490-235AD018B64C.jpeg Foto: Márcio Silva
17/06/2019 às 16:22

Um homem identificado como Rogerio Alexandrino dos Santos, de 27 anos, foi preso, na tarde de segunda-feira (17), pela Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS) com apoio da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Ele é suspeito de matar o próprio filho, de 7 anos de idade, e depois enterrar no fundo do quintal em um barraco na Zona Leste de Manaus.

Segundo informações do capitão PM Sette, hoje pela manhã, o suspeito foi à Delegacia para se entregar, dizendo que tinha matado o próprio filho. A equipe da Delegacia avisou a 30ª Cicom que o corpo estava na rua São Pedro, bairro Jorge Teixeira.

A equipe da Polícia Militar foi com o suspeito até a casa. No local, Rogério contou onde estava enterrado o corpo. Ele relatou a polícia que teria matado seu filho para se vingar da mãe da criança. A morte teria sido com um golpe na cabeça na criança. "O corpo estava enterrado há aproximadamente quatro dias, já em decomposição, dentro do imóvel de madeira", disse o capitão.

Os moradores da região revoltados com a situação quebraram e atearam fogo no barraco onde a criança foi encontrada morta. Por conta do fogo, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para conter o fogo.

Rogério foi encaminhado para a DEHS, onde vai ficar à disposição da justiça. O corpo do menino foi levado para o Instituto Médico Legal, na Zona Norte, onde vai passar por perícia para investigação do motivo da morte da criança.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.