Publicidade
Manaus
CRIME AMBIENTAL

Polícia derruba barracos construídos dentro de área de proteção ambiental em Manaus

O local, que integra o Corredor Ecológico Urbano do Igarapé do Mindu, foi invadido por populares, que derrubaram e queimaram árvores nativas 11/09/2018 às 10:59 - Atualizado em 12/09/2018 às 11:22
Show 3776d755 ee85 4b5d ab16 718f61fc102b 67433ee3 eec2 4100 8d45 7e9528b586f2
Foto: Winnetou Almeida
Cecília Siqueira Manaus (AM)

Barracos que foram construídos dentro da Área de Proteção Ambiental Sauim de Manaus, em Manaus, foram demolidos na manhã desta terça-feira (11) durante uma vistoria que envolveu diversos órgãos ambientais. O local, que integra o Corredor Ecológico Urbano do Igarapé do Mindu, foi invadido por populares, que derrubaram e queimaram árvores nativas.

Participaram da ação agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas), do Batalhão de Polícia Ambiental (BPAM), da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab) e da Secretaria Estadual de Administração, Planejamento e Gestão (Sead).

De acordo com o diretor de fiscalização da Semmas, Enéas Gonçalves, a vegetação primária foi totalmente destruída. “Mantiveram o buritizal, que é importantíssimo, e também os bambus. Mas seria questão de tempo para que fossem derrubados também. Constatamos uma construção irregular por parte do condomínio vizinho e os responsáveis serão notificados, porque está sendo levantado um muro dentro área de proteção”, informou Gonçalves.

Segundo denúncias, invasores entraram na área de proteção ambiental, demarcaram cerca de 70 lotes e passaram a comercializá-los pelo preço de R$ 10 mil cada. As armações dos barracos e piquetes que demarcavam tais lotes foram retirados. A área invadida e ocupada, de acordo com a Semmas, possuía aproximadamente 50 hectares.

Publicidade
Publicidade