Quinta-feira, 28 de Maio de 2020
MARKETING

Prefeitura paga quase R$ 20 milhões em publicidade durante ano eleitoral

Faltando aproximadamente 9 meses para o término do segundo mandato do prefeito Arthur Neto (PSDB), prefeitura firmou contrato com empresa de marketing e vai pagar R$ 1,5 milhão por mês



show_images__17__C1DCE5DB-8023-4D6E-A707-5F0662DE79A5.jpg Foto: Arquivo AC
19/03/2020 às 18:11

Faltando aproximadamente 9 meses para o término do segundo mandato do prefeito Arthur Neto, a Secretaria de Comunicação (Semcom) da Prefeitura Municipal de Manaus contratou por quase R$ 20 milhões de reais a empresa Agência de Interatividade e Marketing LTDA para prestação de serviços de comunicação digital. 

O contrato tem a duração de 12 meses e a Prefeitura vai gastar por mês 1.58 milhão. Segundo a publicação, já foi empenhado 2 milhões de reais do montante, ficando o restante a ser empenhado durante a execução do contrato e consignado no orçamento deste e do próximo exercício.



O extrato do contrato celebrado no dia 3 de março, foi republicado ontem (18), por ter saído com incorreção no Diário Oficial de Manaus (DOM)  nº 4800, desta terça-feira.

A Lei de Responsabilidade Fiscal no seu artigo 23 proíbe ao titular de Poder ou órgão de contrair obrigação de despesa, nos dois últimos quadrimestres do seu mandato, que não possa ser cumprida integralmente dentro dele, ou que tenha parcelas a serem pagas no exercício seguinte sem que haja suficiente disponibilidade de caixa.

De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura de Manaus, a pasta de Comunicação gastou só em 2019  quase 132 milhões de reais com publicidade e outros serviços de estratégia de divulgação de conteúdo. 

Reação

Por meio de uma rede social, o vereador de oposição, Chico Preto (DC) se manifestou dizendo que “o problema da atual gestão da Prefeitura de Manaus é não ter percepção de prioridade”. O vereador também apontou que o prefeito poderia estar encaminhando providências para combater a COVID 19, mas “o Arthur quer gastar quase 20 milhões para fazer postagem em Instagram e Facebook”, rechaçou.

Procurado pela reportagem de A CRÍTICA, o vereador comentou que o prefeito Arthur Neto só deve recuar em gastar o valor, se a população fazer “banzeiro”. “ Arthur só vai temer uma coisa, repercussão popular” e aproveitou  para criticar a falta de protagonismo da Câmara Municipal de Manaus na fiscalização dos gastos e atos da Prefeitura. “ Na Câmara não vai acontecer, são 39 vereadores que seguem incondicionalmente as orientações da Prefeitura”, destacou.

Explicação

Questionada se o valor empenhado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semcom, seria usado para ampliar as estratégias de divulgação de conteúdo sobre a COVID-19, como por exemplo, banner, cartazes ou anúncios, a Secretaria informou que “o referido contrato possui natureza continuada, na modalidade Concorrência, conforme consta no extrato do Diário Oficial do Município (DOM)”.

A Secretaria explica que o objetivo do contrato é a nova prestação de serviços, de planejamento, implementação, manutenção e monitoramento de soluções de comunicação digital; criação, implementação e desenvolvimento de formas inovadoras de comunicação digital, destinadas a expandir os efeitos de mensagens e conteúdos do Poder Executivo Municipal, em seus canais proprietários e em outros ambientes, plataformas ou ferramentas digitais.

Por fim, a pasta esclarece que o contrato cumpriu com todos os requisitos legais necessários, estando em consonância com a Lei Municipal Lei 8.666/93.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.