Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
NATUREZA

Sema faz soltura de 150 filhotes de quelônios em comunidade indígena de Manaus

Ação foi por intermédio da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Puranga Conquista. Esta é a terceira soltura dentro da Unidade de Conservação



WhatsApp_Image_2018-03-09_at_15.10.46.jpeg (Foto: Divulgação)
09/03/2018 às 15:17

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), por intermédio da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Puranga Conquista, fez nesta sexta-feira (9) a soltura de  aproximadamente 150 filhotes de quelônios da espécie de tartaruga irapuca (P. erythrocephala), na comunidade indígena Nova Esperança, dentro do limite de Manaus, distante 65 quilômetros da capital. 

De acordo com a assessora do Departamento de Mudanças Climáticas e Gestão de Unidades de Conservação (Demuc) da Sema, Maria do Carmo Gomes Pereira, essa é a terceira soltura de quelônios dentro da Unidade de Conservação (UC), que conta uma área de 76.936 hectares onde estão instaladas 15 comunidades indígenas e rurais. Em três anos, foram devolvidas cerca de 300 tartarugas à natureza.

Este ano a soltura contou com a participação de 150 moradores das comunidades Nova Canaã, São Sebastião e Nova Esperança. Durante todo o dia, a RDS Puranga Conquista desenvolveu uma programação especial de atividades sociais e educacionais, com palestras, oficinas e serviços de conscientização com tema ligado ao meio ambiente. 

A assessora do Departamento de Mudanças Climáticas e Gestão de Unidades de Conservação (Demuc) da Sema, Maria do Carmo, informou que, este ano, o objetivo da soltura de quelônios é a preservação da espécie, auxiliando os moradores nos processos de coleta correta dos ovos durante a “chocadeira”, encubação e o período eclosão, quando acontece o nascimento dos filhotes.

*Com informções da assessoria de imprensa

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.