Publicidade
Manaus
TURISMO

Serviço de city tour pela cidade de Manaus no ônibus inglês passa a ser gratuito

Serviço foi reativado após um ano e não terá cobrança de tarifa até que nova licitação seja finalizada 27/04/2018 às 19:05 - Atualizado em 27/04/2018 às 19:12
Show city tour
Foto: Divulgação
Nelson Brilhante Manaus (AM)

Que tal passar duas horas num ônibus confortável, visitando os principais pontos turísticos de Manaus, totalmente de graça? O Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (AmazonasTur), reativou nesta sexta-feira (27) o serviço de City Tour (Amazon Bus) que estava desativado há mais de um ano. São dois ônibus, climatizados, de dois andares, cada um com capacidade para 70 passageiros.

Um sai às 9h30 e o outro às 14h, ambos da avenida Eduardo Ribeiro, no Largo São Sebastião, ao lado do Teatro Amazonas, passa pela centenária ponte de ferro da avenida Sete de Setembro, pelos museus e outros pontos turísticos como o balneário da Ponta Negra, na Zona Oeste, num percurso de aproximadamente duas horas.

O anúncio e o reinício do City Tour foi em frente ao Centro de Atendimento ao Turista (CAT) da avenida Eduardo Ribeiro,  no Centro da capital. Os passageiros serão acompanhados por um guia turístico que vai explicando e contando histórias e curiosidades dos locais por onde o ônibus passar.

Inicialmente, em caráter de promoção do roteiro, o serviço será gratuito, com o objetivo de oferecer aos turistas nacionais, estrangeiros e à população local um passeio pelos principais cartões postais da cidade, em uma ação de endomarketing (marketing interno) dos atrativos turísticos da capital.

O serviço será totalmente gratuito até o governo encerrar a licitação que vai determinar a empresa que irá operar o Amazon Bus. Há cerca de um ano, o serviço era administrado por uma empresa de turismo que  desistiu de continuar atendendo.

“Os ônibus são do Estado e o City Tour será gratuito até que a gente defina como poderemos operar cobrando tarifa. Em vários lugares do mundo já é gratuito e a gente, talvez consiga que seja permanentemente dessa forma. Vai depender de um levantamento de custos que estamos fazendo neste período de reativação”, disse o diretor-presidente da AmazonasTur, Orsine Júnior.

O serviço é para turistas nacionais, estrangeiros e para moradores de Manaus. “O amazonense conhece pouco das atrações turísticas que sua capital oferece. Essa gratuidade também foi para fomentar esse autoconhecimento da população sobre o que temos a oferecer”, destacou Orsine Júnior.

Para os dirigentes da AmazonasTur, no primeiro dia a procura foi acima do esperado, principalmente por pessoas que moram em Manaus, que aproveitaram a gratuidade do serviço.  “Vim ao Centro resolver outra coisa, mas, quando soube que o passeio é de graça, vou aproveitar para conhecer lugares que só conheço de nome”, disse o autônomo Mário Antônio da Silva, para A Crítica antes de entrar num dos ônibus.

Publicidade
Publicidade