Publicidade
Manaus
AUXÍLIO SOCIAL

Vítimas de incêndio do Educandos começam a receber auxílio social de R$ 900

Valor é pago uma única vez a cada família afetada. Incêndio de grandes proporções destruiu cerca de 600 casas em região de periferia da cidade 27/12/2018 às 12:18
Show 9139a966 d194 47d7 8ca8 d35c6da3463d 02542330 b251 4a81 8365 ff35a520622e
Foto: Jair Araújo
Karol Rocha Manaus (AM)

A partir desta quinta-feira (27) as famílias afetadas pelo incêndio no bairro Educandos cadastradas anteriormente pela Prefeitura de Manaus começam a receber um auxílio social de R$ 900 pagos pela Defesa Civil do Estado. Nesse primeiro momento, somente 84 famílias serão beneficiadas com o valor, pago uma única vez.

Ao todo, uma média de 600 famílias deve receber o benefício. “Preliminarmente essas famílias começam a ser beneficiadas hoje, levantamento que veio pela Defesa Civil do Município. A nossa preocupação são com as famílias que estão desabrigadas e desalojadas, famílias essas que verdadeiramente foram afetadas com uma margem de erro zero. Elas receberão o apoio de 900 reais cujo principal objetivo é minimizar os prejuízos causados àquelas famílias”, afirmou o secretário da Defesa Civil do Estado, coronel Fernando Paiva Pires Júnior.

Para garantir o pagamento do auxílio social e evitar tumultos, a Defesa Civil confirma os dados de um único membro da família, que recebe o benefício oficialmente através do nome dele. Esse membro da família é convocado pela Defesa Civil, não sendo necessário as vítimas do incêndio comparecerem à sede do órgão. Depois, uma equipe da Defesa Civil acompanha os familiares até uma agência bancária para assegurar o recebimento do auxílio.

“Nós fazemos a comparação com o levantamento da Defesa Civil do Município e com o cadastramento da Defesa Civil do Estado. Agora, essa triagem feita aqui é para cuidar da segurança daqueles que irão receber esse recurso no banco e trazendo eles para cá. Eles serão escoltados para que nenhum dano aconteça, ou seja, eles levarão esse recurso para suas famílias com segurança para minimizarem seus prejuízos”, explica ainda o secretário.

Após o auxílio a essas primeiras 84 famílias, a Defesa Civil informou que deve continuar com os pagamentos em 2019. “Nós temos bem mais que 84 famílias. Estamos no final de período inclusive de bancos, eles fecham amanhã e só abrem no quinto dia útil. Com esse tempo nós vamos continuar atualizando a nossa lista e vamos beneficiar a todas as famílias afetadas. A previsão para o fim é até quando a última família for abraçada”, finalizou o coronel Fernando Paiva.

Publicidade
Publicidade