Quinta-feira, 20 de Junho de 2019
Sim & Não

Após vazamento de mensagens, Moro dribla jornalistas em Manaus


WhatsApp_Image_2019-06-10_at_09.36.00_3E16B13B-F861-4423-A2BB-C5DC8FDC8D8B.jpeg
10/06/2019 às 09:38

O ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro evitou a imprensa na sua chegada à cerimônia de abertura do Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej), que acontece em Manaus nesta segunda-feira.

Este é o primeiro compromisso público do ministro após ser colocado no centro de uma polêmica neste domingo. Conforme reportagem do The Intercept Brasil, que teve acesso a dados do Telegram do ministro quando ele ainda era juiz, Moro e o procurador-chefe da Força-Tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol , trocaram mensagens discutindo os rumos da operação que levou o ex-presidente Lula à cadeia.

Jornalistas de veículos locais e nacionais aguardavam Sérgio Moro na entrada do Hotel Quality Inn, onde acontece o evento, mas ele acabou entrando por uma porta lateral e evitou dar entrevistas. No seu discurso que abriu o Consej, Moro também ignorou a polêmica e tratou, de maneira breve, apenas do sistema penitenciário, motivo pelo qual veio a Manaus, após as 55 mortes nos presídios da capital.

Na sua breve participação, o ministro tratou as mortes como "incidente trágico" e afirmou que o sistema prisional do Amazonas é problemático mas livrou a atual gestão estadual de responsabilidade sobre a crise, destacando que - assim como o Governo Federal - o mandato iniciou há pouco tempo.  

 

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.