Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021
Sim e Não

TCE rejeita pedido de Dermilson


51113496609_bcdb979184_c-640x380-1_57E46465-98E4-4D55-AB9B-0E8265A73348.jpg
27/07/2021 às 07:23

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas  julgou improcedente a representação movida pelo deputado estadual Dermilson Chagas  sobre a contratação, em 2019, de empresa para administrar o hospital Delphina Aziz. Chagas suspeitava de irregularidade na contratação, pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH) para a administração do Complexo Hospitalar da Zona Norte, que inclui o Hospital Delphina Aziz e a UPA Campos Salles. 

Sem irregularidades - Os conselheiros, por unanimidade, reconheceram não haver as irregularidades apontadas na representação e votaram pelo arquivamento do processo aberto em 2019. O acórdão é de abril deste ano e a SES-AM foi notificada no último dia 30.

Denúncia - O principal argumento da denúncia era o valor do contrato com o INDSH ser superior ao que vinha sendo praticado no contrato anterior. O TCE acatou o argumento da SES-AM de que o valor aumentou porque também houve aumento da quantidade de serviços e metas do novo contrato. Também houve a inclusão da UPA Campos Sales no valor final, que não constava no contrato anterior.

Romero...   - Dono de pouco mais de 29 mil votos em 2020, quando se candidatou a Prefeito de Manaus, o empresário Romero Reis anunciou sua desfiliação do Partido Novo. De acordo com ele, a decisão foi tomada em virtude do partido apoiar um pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro, de quem Romero é apoiador incondicional.

...deixa o Novo  - Na despedida do Novo, Reis citou o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, que segue no partido, além de lideranças partidárias locais. Ele disse que, agora, um novo parágrafo da vida dele começará a ser escrito, mas não deu pistas sobre qual legenda pode abrigá-lo em uma eventual disputa nas eleições de 2022.

Equoterapia -  A deputada estadual Joana Darc  (PL) realizou no último sábado a entrega de equipamentos adquiridos com recursos de emendas parlamentares para melhoria e ampliação do projeto de terapia assistida por cavalos da Cavalaria da Polícia Militar do Amazonas. As emendas destinadas à Cavalaria totalizam R$114 mil reais e contemplam a compra de celas novas e trailer para transporte de cavalos para todo o regimento.

Repúdio -  A Associação Amazonense do Ministério Público – AAMP,  enviou nota para a imprensa para “esclarecer  sociedade amazonense que os comentários propalados pelo Sr. Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto, em arquivo de mídia distribuído em redes sociais, não são verdadeiros”. Por isso, a AAMP repudiou  veementemente a manifestação.

Ação -  Segundo nota, o “Ministério Público do Estado do Amazonas ajuizou ação civil pública por ato de improbidade fundamentada em fartas provas documentais contra o ex-prefeito de Manaus em que apura a concessão de vantagens indevidas a servidores lotados na Casa Civil do Município, deste modo, como a ação foi recebida pelo Judiciário, o Sr. Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto, em verdade, foi citado a responder à ação ajuizada”.

‘Perseguição’  - No áudio,  o ex-prefeito  diz que existe uma perseguição contra ele e sua família.  “Segundo o que levantei, essas vantagens funcionais foram concedidas ao meu vice-prefeito, de então, e um vereador que em período eleitoral me substituiu em face de viagem que fiz para fora do Amazonas”, diz Arthur.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.