Domingo, 29 de Novembro de 2020
PROTESTO

Grupo de empresários promove carreata por fim de isolamento em Manaus

Presidente Jair Bolsonaro chegou a acompanhar o movimento por meio de uma transmissão em vídeo realizada pelo superintendente da Suframa, coronel Alfredo Menezes



27/03/2020 às 19:29

Um grupo de empresários de Manaus promoveu, na tarde desta sexta-feira (27), uma reivindicando o fim do isolamento social e volta ao trabalho. Desde a última segunda-feira (23), um decreto do governador Wilson Lima estabeleceu o fechamento do comércio e serviços não essenciais.

O coronel Alfredo Menezes, superintendente da Suframa, participou do protesto e protagonizou um dos momentos de euforia dos presentes no ato, quando fez uma ligação de vídeo com o presidente Jair Bolsonaro.



Menezes não poupou elogios à manifestação. "Excelente, espetacular! O Brasil não pode parar", afirmou ele.

Questionado sobre as empresas do Distrito Industrial, que fizeram suspensões temporárias de suas atividades por conta da pandemia, ele considera que houve apenas "ajustes de procedimentos".

"Não houve paralisação. A Samsung já retorna segunda-feira e a Honda na próxima semana".

A mobilização iniciou por volta das 16h em um posto de combustíveis da avenida Djalma Batista esquina com a Rua Pará, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul da capital. 

Segundo o empresário Fred Melo, um dos organizadores do ato, o comércio registrou queda de 80% nas vendas.

“O empresário não vende, logo não arrecada impostos e nem tem como arcar com as despesas, com o funcionário e nem com a manutenção do negócio. Temos consciência de que vivemos um momento delicado de proteção pessoal, mas não se pode esquecer que o coronavírus afeta alguns e a fome afeta a todos”, enfatizou;

A carreata saiu da Djalma Batista, percorrendo as principais vias de Manaus e se encerrou na Ponta Negra. Centenas de empresários e trabalhadores confirmaram presença no protesto, que leva o lema ‘O Brasil não pode Parar’.

“Esperamos que o Governo se sensibilize com o setor produtivo. O isolamento vertical, aquele que mantém protegido os grupos de risco e permite que as pessoas em boas condições de saúde retomem suas atividades laborais, fará o ciclo da economia girar, proporcionando recursos para os governantes combater o contágio e tratar os doentes sem deixar morrer o restante da população”, pontuou o organizador.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.