Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
PRECAUÇÃO

Yamaha é a quinta empresa do Polo Industrial de Manaus a suspender atividades

Fábrica vai paralisar atividades do dia 31 de março até 19 de abril. Outras quatro empresas do Distrito Industrial também já anunciaram interrupção dos trabalhos



yamaha_C009E41E-E9A8-432D-ADB3-494C173E5FF8.jpg
24/03/2020 às 19:05

A Yamaha Motor do Brasil decidiu suspender a produção de motos e de motores de popa concentrada na Zona Franca de Manaus (ZFM) no período de 31 de março a 19 de abril, regressando às atividades no dia 20 de abril. A montadora é a terceira empresa do polo de duas da ZFM - e quinta do Distrito Industrial como um todo - a anunciar a paralisação da produção como medida de prevenção ao avanço da pandemia de coronavírus no Brasil.
 
O Diretor de Relações Institucionais da Yamaha no Brasil Hilário Kobayashi informou, em comunicado, que profissionais de áreas técnicas, por exemplo, de fundição e logística, trabalharão em regime excepcional de plantão. 
 
“Nesses casos a empresa seguirá oferecendo a seus colaboradores todas as proteções individuais necessárias em salvaguarda para evitar o contágio. Medidas adicionais, se necessárias, quando definidas serão informadas oportunamente”, declarou o executivo.
 
A empresa esclareceu que ainda será definido se os trabalhadores ficarão em casa mediante férias ou licença remunerada. Hilário relatou que nas últimas semanas empresas do grupo Yamaha adotaram algumas providências para garantir o bem estar e saúde dos funcionários. Tais como: reuniões internas e com fornecedores por videoconferência, trabalho remoto para os funcionários dos escritórios em que o modelo home office pode ser aplicado, todos os eventos e ações internas e externas foram canceladas assim como viagens no Brasil e no exterior estão proibidas.
 
Nesta terça-feira, a BMW Group Brasil anunciou a interrupção temporária da planta de Manaus, responsável pela produção de motocicletas, a partir da próxima segunda-feira, 30 de março, e com previsão de retorno em 23 de abril. A empresa espera recuperar os dias de produção ainda neste ano e não informou, no comunicado divulgado à imprensa, se os funcionários ficarão férias ou afastamento remunerado.
 
“Nosso foco agora é proteger nossos colaboradores, manter todos em segurança e com saúde, e nos preparar para o que virá, com a retomada das atividades e do mercado. Ao adotar esta medida preventiva, acreditamos reduzir a circulação dos nossos funcionários e, como consequência, a redução das chances de um eventual contágio”, afirmou o diretor da fábrica de produção de motocicletas do BMW Group em Manaus, Jefferson Dias.
 
A Moto Honda comunicou também que as atividades produtivas da unidade fabril da ZFM serão paralisadas a partir da próxima sexta-feira, dia 27. De acordo com a assessoria de imprensa da Honda, o retorno está previsto para 13 de abril podendo ainda ser prorrogado por mais uma semana, até o dia 20 de abril. 
 
A empresa informou que todos colaboradores diretamente envolvidos no processo produtivo das motocicletas entrarão em férias coletivas a partir de 30 de março. Entre os dias 27 e 30 de março, as jornadas serão compensadas com a utilização do banco de horas e que a medida prioriza a segurança e saúde dos trabalhadores.
 
De acordo com assessoria de imprensa da Honda, a empresa também está direcionando o maior número possível de profissionais das áreas administrativas para férias coletivas ou regime de home office.

Outras empresas



Além das três empresas do Polo de Duas Rodas, a Samsung Eletronics já anunciou uma paralisação até o dia 29 de março, para fortalecer os protocolos de segurança em saúde dos funcionários, e a Transire Eletrônicos, empresa que fabrica terminais de pagamento, como maquininhas de cartões, suspende totalmente suas atividades nesta quarta-feira (25), por um prazo de 15 dias. 

News larissa 123 1d992ea1 3253 4ef8 b843 c32f62573432
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.