Publicidade
Carnaval
COMEÇOU

Sem Compromisso dá início ao Carnaval 2018 contando história de baiana

Escola abriu em grande estilo as apresentações deste ano com o reforço do intérprete carioca Vantuir 10/02/2018 às 20:16 - Atualizado em 11/02/2018 às 01:04
Mayrlla Motta Manaus

A Sem Compromisso abriu os desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial na noite deste sábado, no Sambódromo de Manaus.

A escola do bairro Nova Cidade, que entrou na avenida pontualmente às 20h, traz o enredo “Dona Zuzu, a Pérola dos Orixás, convida: Ô Iaiá vem ver, Ô Iaiá vem cá / Vem Ver Moça Bonita no Arraial do Boulevard”. A apresentação foi avaliada positivamente pela direção da escola, apesar de pequenos problemas em carros alegóricos. 

O desfile

A homenageada pela agremiação foi Zuila Pereira Serra, de 87 anos, tradicional torcedora, costureira, baiana mais antiga da escola e um dos patrimônios do Carnaval amazonense.

A escola  trouxe como intérprete Wantuir, um dos melhores sambistas do Rio de Janeiro. “São mais de 30 anos de experiências na Sapucaí. Estamos animados e que vença a melhor”, disse ele, antes da apresentação começar. 

Vindo logo atrás da comissão de frente, o carro abre-alas, que trazia uma grande boneca de Dona Zuzu, apresentou um pequeno problema técnico, mas foi em seguida resolvido e não atrapalhou os primeiros momentos da escola. 

Mascote da escola, o Tucano anunciava a entrada das alas das baianas com mais de 60 brincantes. O carro alegórico 'Affro' trazia a estrela da noite, a própria dona Zuzu. De fora da avenida era possível ver o brilho nos olhos da baiana mais antiga do Amazonas.

O segundo carro da escola apresentou problemas durante o desfile. Alas que estavam atrás precisaram ser passadas para a frente do carro, que encontrava dificuldades para seguir na avenida mesmo empurrado. A falha deve custar pontos preciosos à escola, já que ocorreu bem em frente aos jurados.

Alegria e tradição

Alheia aos problemas, na Ala dos Palhaços, a brincante Isis Palheta abrilhantava o desfile. Ela desfila há mais de 15 anos seguidos na Sem Compromisso. Mesmo sob cadeiras de rodas ela não deixou a dificuldade a vencer. “Já desfilei em mais de três escolas por noite em carnavais passados, mas a Sem Compromisso é minha escola do coração. Sou Sem Compromisso até morrer!”, disse, animada!

O último carro alegórico falava sobre Viva São João! Colorido, ele trazia itens da temporada como cangaçeiros, cirandeiros, além de representantes do  Boi-bumbá.

Avaliação

O carnavalesco Carlos Alexandre avaliou o desfile positivamente. “Graças a Deus a Escola conseguiu apresentar o desfile dentro do esperado. Entramos na avenida com certo glamour e tudo deu certo”, disse. 

Sobre os pequenos imprevistos com carros alegóricos, ele disparou: “Para tudo damos um jeitinho e conseguimos! A equipe foi preparada para isso”, finaliza

LEIA MAIS

Andanças de Cigano homenageia a cachaça debaixo de chuva no Sambódromo

Aparecida reencena enredo histórico para 'relembrar antepassados'

Grande Família celebra patrimônio histórico e cultural da Colômbia na avenida

Publicidade
Publicidade