Publicidade
Manaus
PERDA

Corpo de tenente-aviador é reconhecido por familiares, afirma Bombeiros

O corpo chegou às 19h09 no Instituto Médico Legal (IML) que vai realizar a identificação oficial e determinar a causa do óbito 05/07/2018 às 19:14 - Atualizado em 05/07/2018 às 20:48
Show aviador
Foto: Reprodução/Internet
acritica.com Manaus (AM)

O corpo do sexo masculino encontrado na tarde desta quinta-feira (05), por volta das 15h, nas proximidades da Ilha do Marapatá, em Manaus, é do tenente-aviador Gabriel Ferreira, de 25 anos, desaparecido desde a madrugada da última segunda-feira (2).  A informação foi repassada pelos Bombeiros que afirmaram que familiares reconheceram o corpo de Gabriel.

Ainda segundo a corporação, em um primeiro momento, os familiares do piloto da Força Aérea Brasileira (FAB) não reconheceram o corpo devido estar em estado avançado de decomposição. No entanto, após ver fotos do dia do desaparecimento, eles perceberam que as roupas encontradas no corpo coincidem com as que Gabriel trajava no dia que desapareceu.

Na página da mãe do jovem no Facebook, Magda Ferreira colocou a foto do filho junto com a frase “luto”. Várias pessoas, entre familiares e amigos, comentaram no post. “Tia que tragédia. Não consigo acreditar. Que tristeza. Força”, disse um parente.

O corpo chegou às 19h09 no Instituto Médico Legal (IML) que vai realizar a identificação oficial e determinar a causa do óbito. Nenhum familiar de Gabriel estava no local. 

Em nota, a FAB lamentou informar que o corpo do militar do efetivo da Ala 8, em Manaus, desaparecido desde a madrugada desta segunda-feira (02), foi localizado e reconhecido nesta quinta-feira. A Força Aérea disse ainda que está prestando todo o apoio aos familiares.

Ocorrência

De acordo com aviadores do mesmo esquadrão da FAB de Gabriel, no dia em que desapareceu, por volta das 3h, eles retornaram de uma viagem e foram para as respectivas casas onde moram, na capital amazonense.

O carro do aviador foi encontrado na Ponte Jornalista Phelippe Daou (Rio Negro), por volta de 6h da segunda-feira, com objetos pessoais, como aparelho celular, carteira e dinheiro. A chave do automóvel estava na ignição, segundo policiais militares que acharam o carro estacionado no lugar. Desde então, os amigos e familiares de Gabriel não tiveram mais notícias sobre ele.

Publicidade
Publicidade