Sábado, 16 de Novembro de 2019
CASO RESOLVIDO

Delegado diz que já há provas para incriminar presos por morte de engenheiro

Seguranças da Prefeitura de Manaus também tiveram mandados de prisão expedidos. Mandados de Alejandro Valeiko e Vitório Del Gato estão em análise da Justiça



IMG-20191001-WA0107_489EA05A-7B5A-4181-9A3D-FC2D83CE3887.jpg Delegado do 19º DIP deve se pronunciar sobre o caso nesta sexta (4). Foto: Erlon Rodrigues/Polícia Civil
03/10/2019 às 18:41

O delegado Aldeney Gomes, titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), informou nesta quinta-feira (3) que já há provas suficientes para incriminar José Edvandro Martins de Souza Júnior e Elielton Magno de Menezes Gomes Júnior pela morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos. A vítima foi encontrada morta após participar de uma festa junto a dupla, na casa de Alejandro Molina, filho da primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko. O mandado de prisão contra ele segue em análise da Justiça.

Tanto José Edvandro como Elielton Magno já estão presos - uma na sede do 19º DIP e outro na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), respectivamente. Os dois foram presos em cumprimento de mandado de prisão, nesta quinta-feira (3).



De acordo com o delegado, a Polícia Civil tem provas audiovisuais que incriminam a dupla, ainda que os dois neguem envolvimento no caso. Em depoimento, Magno sustentou que a casa de Alejandro foi invadida por homens encapuzados, que sequestraram Flávio enquanto ele ficou trancado em um cômodo da residência. A mesma versão foi contada por ele ao apresentador Sikêra Júnior, momentos antes de ser preso na sede da Tv A Crítica.

As imagens devem ser mostradas à imprensa na sexta-feira (4), durante coletiva de imprensa, segundo Gomes.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.