Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
CASO FLÁVIO

Justiça decreta prisão contra filho de primeira-dama

Alejandro Molina Valeiko é suspeito de envolvimento no atentado contra o engenheiro Flávio dos Santos. Agora todos os seis envolvidos no caso estão com mandado de prisão decretados



show_show_alejandro_valeiko_1F887DE2-6E09-45A6-BEA2-53985F44E7BC.jpg Foto: Reprodução/Internet
03/10/2019 às 22:00

O filho da primeira-dama Alejandro Molina Valeiko e o cozinheiro italiano identificado como Vitorino tiveram as prisões temporárias decretadas pela juíza da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Ana Paula Braga, na noite desta quinta-feira (3). De acordo com a Polícia, eles são suspeitos do assassinato do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, na noite de domingo passado (29). 

Com o mandado de prisão de Alejandro decretada, agora todos os seis envolvidos no caso estão com os mandados de prisão temporária divulgados pela Justiça do Amazonas. No momento, três pessoas estão presas, entre eles Elielton Magno de Menezes, o motorista de aplicativos José Edvandro Martins e o cozinheiro Vitorino.



O delegado Aldeney Gomes, titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), informou nesta quinta-feira (3) que já há provas suficientes para incriminar José Edvandro Martins de Souza Júnior e Elielton Magno de Menezes Gomes Júnior pela morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos. A vítima foi encontrada morta após participar de uma festa junto a dupla, na casa de Alejandro Molina, filho da primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko.

Entenda o caso

O engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos foi encontrado morto no início da tarde desta segunda-feira, em um terreno no Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Flávio estava desaparecido desde a noite de domingo, após participar de uma festa no condomínio de luxo, que fica Ponta Negra, também na Zona Oeste da cidade. De acordo com a polícia, a casa onde Flávio, conhecido entre seus amigos como "Panda", estava é da primeira-dama do município, Elizabeth Valeiko. Quem mora no local, segundo a polícia, é o filho dela, Alejandro Molina Valeiko.

A reportagem apurou que a Polícia Civil investiga a hipótese de que Flávio tenha sido morto na própria casa onde ocorria a festa para ser abandonado em outro local e se houve participação dos seguranças da primeira-dama na remoção do corpo. A principal motivação para esta suspeita é que no local onde o corpo foi encontrado não havia vestígios de sangue, o que seria natural em mortes por arma branca.

As investigações estão sendo tocadas por equipes do 19º Distrito Integrado de Polícia e da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.