Publicidade
Manaus
ATOS

Manifestações a favor e contra Bolsonaro aconteceram em dez municípios do AM

Os protestos aconteceram durante o fim de semana a partir de convocações partidárias, movimentos sociais e religiosos convocados pelas redes sociais 30/09/2018 às 14:52 - Atualizado em 30/09/2018 às 15:12
Show ele sim e ele n o 73e711f5 8bf7 4724 9df1 cd8ea93b4935
Residentes de Atauzes manifestaram a favor de Bolsonaro. Já em Benjamin Constant as mulheres aderiram o #EleNão (Foto: Divulgação)
Náis Campos Manaus (AM)

A onda de manifestações a favor e contra as ideias defendidas pelo candidato do PSL, Jair Bolsonaro, na corrida ao Palácio do Planalto nas eleições de 7 de outubro ganharam visibilidade nas ruas de pelo menos dez municípios amazonenses. 

Os protestos aconteceram durante o final de semana, a partir de convocações partidárias, movimentos sociais e religiosos pelas redes sociais apelidados de #EleSim e #EleNão. Conforme fontes dos dois movimentos consultados pela reportagem, as maiores movimentações foram nas cidades de  Itacoatiara, Parintins, Presidente Figueiredo e Autazes.  Na capital, os atos do #EleNão aconteceram no sábado, no Largo São Sebastião. Já os favoráveis a Bolsonaro se reuniram na manhã deste domingo, na Ponta Negra. 

Em termos de público, no interior, o #EleSim reuniu mais de quatro mil pessoas em Itacoatiara e no distrito de Novo Remanso, conforme cálculos da Polícia Militar local, no sábado à tarde. “No final da passeata apresentamos os candidatos apoiados pelo PSL e juntos fizemos um minuto de silêncio pelas vítimas do acidente fatal na AM-010 que dá acesso ao município”, informou uma das líderes do evento, Rílary Lima.

Pelo movimento #EleNão, a maior reunião de ativistas foi registrada em Parintins também no sábado. A coordenação do protesto, organizada por professores, acadêmicos da UEA e Ufam e movimentos sociais, estimaram a participação de três mil pessoas. A caminhada se concentrou na área do Bumbódromo e em seguida percorreu as avenidas Nações Unidas, Senador Álvaro Maia, Amazonas e rua Jonathas Pedrosa, chegando à Praça da Liberdade, onde houve os pronunciamentos das lideranças.  

As ações dos apiadores de Bolsonaro também se estenderam pelo município de Autazes, na Região Metropolitana de Manaus, onde os coordenadores das manifestações calcularam em 2,3 mil pessoas os adeptos do ex-capitão do Exército, a maioria de confissão cristã evangélica. 

Iranduba e Figueiredo 

Em Iranduba, a passeata aconteceu ontem pela manhã, e conforme os organizadores, usando as estimativas da PM, mais de 1,5 mil pessoas compareceram ao ato. Já em Presidente Figueiredo, a carreata reuniu mais de 600 veículos e 1,2 mil pessoas, conforme números divulgados pelo Cel. PM Euler Cordeiro, do comitê do PSL. 

A organização do ato “Mulheres contra o fascismo” marcou presença em Codajás, Itacoatiara, Parintins, Tefé, Coari, Careiro e Benjamin Constant, mas a coordenadora Marklize Santos não informou quantas pessoas o movimento  reuniu nesses municípios. “Tivemos uma equipe de comunicação pequena pra ajudar nos registros”, disse.

Publicidade
Publicidade