Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
MEDIDA

Responsáveis por massacres no AM serão transferidos para unidades federais, diz Moro

"Vamos também disponibilizar vagas nos presídios federais para transferência das lideranças envolvidas nesses massacres", disse o ministro da Justiça e Segurança Pública



MORO_38BDF7DA-A8E2-4A21-81AF-2AB5CDA6E7CA.JPG Foto: Reprodução/Internet
28/05/2019 às 08:10

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, informou que disponibilizará vagas em presídios federais para lideranças envolvidas nos massacres ocorridos nos últimos dias nos presídios do Amazonas. A informação foi publicada na manhã desta terça-feira (28) em sua conta pessoal no Twitter.

“A caminho. Vamos também disponibilizar vagas nos presídios federais para transferência das lideranças envolvidas nesses massacres”, garantiu Moro.



 

Ainda ontem, o governador do Amazonas, Wilson Lima, conversou com o ministro que assegurou auxílio do Governo Federal para as unidades prisionais do Estado, com reforço da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP). As mortes em dois dias chegaram a 55. Foram 15 mortes no domingo, no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), e outras 40 já confirmadas em quatro unidades nessa segunda-feira. 

 “Acabei de falar com o ministro Sérgio Moro, que já está mandando uma equipe de intervenção prisional para o Estado do Amazonas, para que possa nos ajudar neste momento de crise e um problema que é nacional: o problema dos presídios. A qualquer momento a equipe de intervenção do Ministério da Justiça desembarca no Estado para nos ajudar”, disse o governador.

Em Manaus, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), com o apoio do Sistema de Segurança, realiza intervenções em todo o sistema prisional. Durante as intervenções no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM 1), Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), nesta segunda-feira (27/05), foram encontrados 42 detentos mortos, todos com indícios de morte por asfixia.

A Seap já iniciou investigações para identificar os responsáveis pela ocorrência de domingo. As mesmas medidas serão tomadas em relação às mortes registradas nesta segunda-feira. Os resultados destas apurações serão encaminhados à Justiça. A secretaria também vai adotar medidas disciplinares nos presídios, a exemplo do que já fez no Compaj.

News rafael seixas f19bfc74 2a6d 4824 91e0 ea63ab017774
Editor do Portal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.