Publicidade
Manaus
PRESO

Homem que matou funcionária de pizzaria a facadas em Manaus é preso pela polícia

Irmão da dona do restaurante, Elinaldo Alves, 29, era foragido da justiça e tinha violado a tornozeleira eletrônica que usava. Ele ainda tentou estuprar a vítima de 20 anos 20/09/2018 às 13:17 - Atualizado em 20/09/2018 às 13:30
Show de3c172e 623b 4d46 b84b 2b91328e8851 1e0a4bf7 0740 4784 8594 216b7124f69e
Foto: Jander Robson
Larissa Golvin Manaus (AM)

O homem suspeito de assassinar a facadas a estudante Rafaela de Oliveira Costa, de 20 anos, dentro da cozinha de uma pizzaria no bairro da Compensa, na Zona Oeste de Manaus, foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (20), em via pública, na rua Voluntários da Prata, bairro Vila da Prata, também na Zona Oeste. O suspeito foi identificado como Elinaldo Alves dos Santos, de 29 anos.

A vítima, Rafaela, era funcionária da pizzaria e foi morta com facadas no pescoço e no abdômen na tarde de ontem (19) dentro do estabelecimento, localizado na rua Oscar Borel, Compensa. Segundo a polícia, Elinaldo também trabalhava no restaurante e é irmão da proprietária da pizzaria.

Segundo o delegado Carlos Augusto, titular do 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP), antes de matar Rafaela, Elinaldo ainda teria tentado estuprá-la. Como a vítima reagiu, ele a enforcou até que ela desmaiasse e depois esfaqueou Rafaela no pescoço e no abdômen. Ontem, a Polícia Militar havia informado que Elinaldo possivelmente teria cometido o crime sob efeito de cocaína. Todo o crime foi captado por câmeras do circuito interno de segurança da pizzaria.

Rafaela ainda chegou a ser socorrida e levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, na Compensa, mas não resistiu. “Outro funcionário chegou ao local e se deparou com os dois, a vítima caída e ensaguentada e o acusado. Então o autor do crime acabou jogando a faca e a chave da pizzaria e depois fugiu”, disse o tenente Jhonison Alves, da 8ª Cicom. A prisão de Elinaldo foi feita por policiais da 21ª Cicom.

Elinaldo foi autuado em flagrante por homicídio qualificado. Segundo o delegado Carlos Augusto, o homem já tem passagem na polícia pelo crime de roubo e teria saído recentemente da cadeia para cumprir pena em regime semiaberto. Ele usava tornozeleira eletrônica e era considerado foragido por ter violado o monitoramento. Agora, ele será levado para uma Audiência de Custódia.

Publicidade
Publicidade