Publicidade
Manaus
PERFIL

Aviador da Força Aérea Brasileira desaparecido mora em Manaus há 15 meses

Gabriel Ferreira, de 25 anos, é natural de São Paulo. Apenas uma câmera de segurança funciona na Ponte Rio Negro, local onde o carro dele foi encontrado abandonado 03/07/2018 às 21:41 - Atualizado em 03/07/2018 às 21:59
Show gabriel desaparecido
Foto: Reprodução/Internet
acritica.com Manaus (AM)

O tenente-aviador Gabriel Ferreira, de 25 anos, desaparecido desde a madrugada da última segunda-feira (2) é natural de São Paulo e mora em Manaus há 15 meses. O carro do aviador, modelo Fox, de cor preta e placas FVD-5230, emplacado em Mococa (SP), foi encontrado ainda na segunda-feira, abandonado na Ponte Jornalista Phelippe Daou (Rio Negro), que liga a capital amazonense a Iranduba.

Em seu perfil na rede social Facebook, Gabriel, que faz parte do efetivo da Ala 8 da Força Aérea Brasileira (FAB), em Manaus, registrou a mudança para o Amazonas em um post com a legenda “Welcome to the jungle” (“bem vindo a selva", em português).

No Facebook, Gabriel não dá muitas pistas sobre sua personalidade. Ele se apresenta como solteiro e fã de esportes e da profissão. Publicações sobre o Palmeiras, o time norte-americano de basquete Cleveland Cavaliers e a aviação dominam a página.

Em uma brincadeira estilo corrente chamada "Desafio dos irmãos", o jovem se diz o "favorito do papai". Já em outra postagem aparece cumprimentando a irmã Marcela Ferreira pela passagem do Dia dos Irmãos.

O aviador também tem vários posts sobre a FAB, que admira antes mesmo de ser militar. Em entrevista a uma publicação da Esquadrilha da Fumaça, ele contou: “O primeiro contato com a aviação foi por meio de uma demonstração aérea quando eu tinha apenas sete anos. Sem dúvida foi o início de uma paixão maluca”.

Câmeras da Ponte

A equipe de reportagem do Portal A Crítica esteve na Ponte Jornalista Phelippe Daou (Rio Negro), na tarde desta terça-feira (3) e verificou que pelo menos cinco câmeras de segurança estão instaladas ao longo da via que liga Manaus a Iranduba.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) informa que, atualmente, uma câmera de monitoramento está instalada e funcionando na ponte.

“As demais câmeras mencionadas são de empresas privadas, que não tem mais contrato vigente. Qualquer delegacia pode requisitar as imagens para investigações. Atualmente, a SSP está desenvolvendo um projeto de ampliação das câmeras de monitoramento em Manaus, que será lançado em breve”, finaliza o comunicado da SSP-AM.

Desaparecimento

De acordo com aviadores do mesmo esquadrão da FAB de Gabriel, no dia em que desapareceu, por volta das 3h, eles retornaram de uma viagem e foram para as respectivas casas onde moram, na capital amazonense.

O carro do aviador foi encontrado, por volta de 6h da segunda-feira, com objetos pessoais do aviador, como aparelho celular, carteira e dinheiro. A chave do automóvel estava na ignição, segundo policiais militares que acharam o carro estacionado no lugar. Desde então, os amigos e familiares de Gabriel não tiveram mais notícias sobre ele.

Por meio de nota, a FAB afirmou que está trabalhando para localizar o tenente-aviador, junto com outros órgãos municipais, estaduais e federais, além prestar todo apoio aos familiares.

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops), pede a colaboração de todos na divulgação da imagem de Gabriel. Quem puder colaborar com informações sobre o caso, pode entrar em contato com os servidores da Deops pelo número: (92) 3214-2268.

A Deops está situada nas dependências da Delegacia Geral, localizada na avenida Pedro Teixeira, nº 180, bairro Dom Pedro, em frente ao Centro de Convenções (Sambódromo), Zona Centro-Oeste.

Publicidade
Publicidade